Medicina Preventiva /

Notícias

Febre Amarela

14/02/2017

A febre amarela é uma doença infecciosa febril, causada por um vírus e transmitida pela picada de mosquitos. Possui duas formas, a silvestre (encontrado em macacos que habitam florestas e é transmitida ao homem através da picada do mosquito Haemagogus) e a urbana (transmitida ao homem pelo Aedes aegypti).

A infestação de extensas áreas do território nacional pelo mosquito Aedes aegypti, trouxe a possibilidade de transmissão do vírus da febre amarela. A doença ocorre com maior frequência nos meses de dezembro a maio, devido a estação das chuvas, quando há um aumento das populações de mosquitos, favorecendo a circulação do vírus.

Os sintomas aparecem subitamente como febre alta, dor de cabeça intensa, dores no corpo em geral, náuseas, vômitos, fadiga e fraqueza. Após um período de melhora dos sintomas 15% das pessoas podem desenvolver a forma mais grave da doença, apresentando icterícia, hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20-50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer.

A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa, é transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus da febre amarela.

O tratamento é apenas sintomático, o paciente deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e sob internação hospitalar para repor as perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido em Unidade de Terapia Intensiva, com vista a reduzir as complicações e o risco de óbito. Salicilatos devem ser evitados (AAS e Aspirina), já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas.

A Vacina da Febre Amarela disponível nas Unidades Básicas de Saúde é a única forma de evitar a doença, e é distribuída de forma gratuita.

Vale lembrar que, em situações de emergência (em casos de viagem para áreas de risco) a vacina pode ser administrada já a partir dos 6 meses de idade. O indicado, no entanto, é que bebês de 9 meses sejam vacinados pela primeira vez. Depois, recebam um segundo reforço aos 4 anos de idade. A vacina tem 95% de eficiência e demora cerca de 10 dias para garantir a imunização já após a primeira aplicação.

Pessoas com mais de 5 anos de idade devem se vacinar e receber a segunda dose após 10 anos. Idosos precisam ir ao médico para avaliar os riscos de receber a imunização.




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas