Medicina Preventiva /

Notícias

Baixa Imunidade e Alimentação

17/05/2016

Imunidade é um dos mecanismos de proteção do organismo contra as doenças, principalmente as infecciosas. O conjunto de células, tecidos e moléculas que se interligam para exercer a função de defesa chama-se sistema imunológico, sendo o local de maior concentração (70%) deste sistema de defesa, o intestino.

Portanto, baixa imunidade é um estado no qual o organismo não está em condições de se defender adequadamente, encontrando-se mais vulnerável às doenças. A recorrência de herpes, candidíase, estomatites, resfriados e gripes frequentes podem ser sinais. Ressalta-se que a baixa imunidade pode ocorrer por uma variedade muito grande de fatores, tanto genéticos, como em decorrência do uso de medicamentos, exposição à radiação, quimioterapia, certas doenças, alimentação deficiente (especialmente em vitaminas, minerais e proteínas), excesso de exercícios físicos, repouso inadequado e estresse prolongado.

Por meio da alimentação é possível melhorar a imunidade, porém não é suficiente apenas a ingestão de alimentos saudáveis, mas sim, garantir uma adequada absorção dos nutrientes pelo organismo. Além de preparar os alimentos de forma que haja uma menor perda possível de nutrientes, como por exemplo, cozinhar os legumes e consumi-los "al dente" ou não cozinhar em contato direto com água.

Alguns nutrientes são mais importantes para o sistema imunológico, como zinco, selênio, cobre, manganês, enxofre, vitaminas C, E, D e A, vitamina B6, ácido fólico, gordura poli-insaturada, ômega-3 e os flavonóides (um grupo de compostos químicos presentes em vegetais). Mas é necessário incluí-los rigorosamente na alimentação, além de evitar o excesso de produtos industrializados, carboidratos refinados (pão branco e açúcar refinado) e aqueles ricos em gorduras pró-inflamatórias, como a gordura das carnes, dos queijos amarelos, dos embutidos, das bolachas, dos sorvetes, entre outros.

Para uma alimentação rica em nutrientes fundamentais para a imunidade é necessário haver variedade de alimentos, utilizando a maior parte em alimentos vegetais e algumas fontes de origem animal como ovos e peixes (sardinha, atum, salmão, truta).

Pelo fato do intestino concentrar maior percentual de células de defesa é indispensável o equilíbrio da flora intestinal. Os probióticos, microorganismos vivos conhecidos como lactobacilos, e as fibras prebióticas chamadas de inulina ou FOS (frutooligossacarídeos) aos quais favorecem a multiplicação dos microorganismos probióticos, devem ser incorporados diariamente ao hábito alimentar.

Desta forma, favorece-se uma dieta anti-inflamatória, antioxidante e imunoestimulante, capaz de, realmente, melhorar as defesas do organismo.

ALIMENTOS QUE MELHORAM A IMUNIDADE:

  • Iogurte natural, leite fermentado, coalhada fresca e seca: rico em probióticos;
  • Inhame, batata doce e yacon, biomassa da banana verde, chicória, almeirão: ricos em fibras prebióticas;
  • Alho e cebola crus: devido alicina (flavonóide);
  • Geleia real: produto produzido pelas jovens abelhas operárias para alimentar a abelha rainha, sendo rica em vitaminas A, C, E e B6;
  • Própolis: rica em aminoácidos, vitaminas e flavonóides;
  • Limão, laranja, goiaba, acerola: ricos em vitamina C;
  • Cenoura, mamão, manga, pêssego, nectarina: ricos em vitamina A;
  • Folhas verdes escuras (couve, agrião, rúcula): ricas em vitamina B6 e ácido fólico;
  • Suco de uva integral ou vinho tinto seco: ricos em flavonoides;
  • Brássicas (brócolis, couve flor e repolho): rico em enxofre e manganês;
  • Castanha do Pará: rica em selênio;
  • Semente de abóbora, amêndoas, arroz integral: ricos em zinco e cobre;
  • Abacate: rico em gordura monoinsaturada ("boa") e vitaminas antioxidantes;
  • Peixes ricos em gordura poliinsaturada ômega 3.

O QUE PODE BAIXAR A IMUNIDADE

Com exceção de alguns casos, como na quimioterapia ou genética, alimentação rica em açúcar refinado, gorduras saturadas e trans (ruins), bebida alcóolica, obesidade ou desnutrição, dietas restritivas, exercícios muito intensos e estresse diminuem a resistência imunológica.

Fontes de pesquisa: http://prodiet.com.br; http://blogvpnutricaofuncional.com.



Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas