Medicina Preventiva /

Notícias

Benefícios do Ovo

17/11/2015

Os ovos por muito tempo foram considerados vilões, capazes de aumentar o colesterol sanguíneo e o risco para doenças cardiovasculares. No entanto, diversas pesquisas foram realizadas, inclusive em populações hipercolesterolêmicas (com colesterol LDL alto - colesterol ruim), nas quais ovos foram consumidos diariamente, sem que houvesse aumento dos níveis sanguíneos de colesterol e triglicerídeos. Alguns estudos observaram até melhora do perfil lipídico, com ligeiro aumento do HDL (colesterol bom).

O interessante é que a gema, sempre relacionada com malefícios à saúde, concentra a maior parte das substâncias benéficas presentes. Mesmo não havendo relação entre ovo e aumento de colesterol, não se pode incentivar seu consumo ilimitado sem considerar o organismo de cada pessoa. Ovos podem causar reações alérgicas a algumas pessoas. Além de que ele também é fonte de gorduras saturadas e colesterol, que se ingeridos em excesso, podem aumentar o risco para diversas doenças, como aterosclerose. Um ponto a ser destacado é que o colesterol é uma substância essencial à vida e a partir dele é que ocorre toda síntese de hormônios sexuais no corpo, portanto, ficar totalmente sem colesterol no organismo é prejudicial à saúde.

O ovo pode estar presente em todas as refeições, desde o café da manhã até a ceia. Sendo, considerado atualmente pelos maiores especialistas, como o segundo melhor alimento do mundo. Como caráter informativo, o primeiro melhor alimento é o leite materno, terceiro o coco (fruta e óleo) e quarto a quinoa real.

O melhor ovo é o caipira, o ovo orgânico ou caipira, chega a ter de 10 a 20 vezes mais ômega 3 (tipo de gordura insaturada) do que o convencional.

O ovo é composto por: gorduras saturadas (ruins em excesso), gorduras insaturadas (boas), 20 aminoácidos (proteínas), 14 minerais, 12 vitaminas e carotenóides (pigmentos naturais responsáveis pela coloração nos alimentos). Dentre os componentes, destacam-se principalmente, Vitamina B12, Ácido Fólico, Colina, Vitaminas A, D, E, K, Proteínas e Carotenóides - Luteína/ Zeaxantina (substâncias que diminuem a incidência de doença cardiovascular e previne doenças oftálmicas degenerativas).

Devido esta composição nutricional o ovo possui ação anti-inflamatória, aumento do colesterol HDL (o colesterol bom), contribui para redução da esteatose hepática (gordura no fígado), tem papel importante na manutenção da memória, além de auxiliar no emagrecimento. Mas ainda não existe um consenso e dificilmente existirá, de qual o consumo recomendado, pois cada organismo reage de uma maneira em contato com qualquer alimento. O segredo é moderação e equilíbrio quando se trata de alimentação.

Curiosidades:

- Evite as frituras: prefira ovos cozidos, pochê ou omeletes. Troque a manteiga ou margarina por um fio de azeite.

- Nada cru: não consuma ovo cru, pois pode conter salmonela, bactéria que causa salmonellose - doença caracterizada por febre, vômitos, diarreia e até morte.

- Cor da casca: a coloração branca ou vermelha não significa que há mais ou menos nutrientes, identifica apenas a raça da galinha.

- Local fresco:  guarde os ovos dentro da geladeira e não na porta, por causa da probabilidade de provocar rachaduras no abre e fecha da porta, além da alteração brusca de temperatura.

Fontes de pesquisa:

http://www.drvictorsorrentino.com.br

www.einstein.com.br




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas