Medicina Preventiva /

Notícias

Dor nos joelhos pode ser Artrose

06/05/2015

Dores no joelho podem ser um importante sinal. Fique atento, pode ser artrose.

Com caráter degenerativo, a artrose já faz parte da vida de 15 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde, sendo a quarta doença que mais reduz a qualidade de vida para cada ano vivido, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O joelho é uma das partes do corpo que mais suporta carga e por isso acaba sendo muito afetado pela artrose. A artrose é uma doença das articulações e não afeta outros órgãos do corpo.

A faixa etária mais afetada pela artrose é a terceira idade, a maioria dos casos de artrose tem início em mulheres entre os 40 e 50 anos de idade, época em que a mulher entra na menopausa.

As principais causas incluem desgaste natural das articulações devido à idade, obesidade, sedentarismo, histórico de traumas - como cair em cima dos joelhos - doença inflamatória crônica associada ao uso indevido da articulação e o cigarro. Esses fatores podem piorar a qualidade do colágeno das articulações, levando a formação de artrose.

O sintoma mais comum da artrose é a dor a qual geralmente piora no final do dia, além de edema (inchaço), calor e limitação dos movimentos. A rigidez também pode ocorrer devido à inatividade.

A intensidade dos sintomas da artrose varia muito de pessoa para pessoa. Alguns pacientes podem ficar debilitados por seus sintomas.

Recomenda-se a perda de peso corporal com dieta balanceada para diminuir a sobrecarga de peso desnecessária; atividade física e fazer uso de medicação após prescrição do médico especialista. 

Os exercícios são fundamentais para manter uma boa articulação. Os melhores exercícios são os resistidos (aqueles realizados contra alguma forma de resistência graduável à contração)Cuidado com os exercícios que flexionem (dobrem) muito os joelhos, pois podem aumentar grau de desgaste. O fortalecimento dos músculos pode ser realizado por musculação, desde que se respeite um grau de movimento que não cause dor e se estabeleça o número de séries e repetições adequadas. A carga deverá ser prescrita de forma individual e progressiva. Atividades aquáticas são extremamente benéficas pela diminuição do impacto devido às propriedades da água.  Os alongamentos melhoram a flexibilidade e permitem a redução da rigidez. Preferencialmente, deve-se usar tênis com amortecedor.

O tratamento cirúrgico só é recomendado quando o tratamento medicamentoso associado aos exercícios falha e o paciente tem uma dor incapacitante.

O tratamento preventivo adequado com exercícios assistido por um profissional, pode ser eficaz em controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Fonte de pesquisa: www.reumatoguia.com.brwww.osteoartrose.com.br



Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas