Medicina Preventiva /

Notícias

Início de ano e as dietas milagrosas

08/01/2015

No início do ano é natural olhar com mais intensidade para si e se perguntar, quais os reais desejos para esse novo ano.

Chegou a hora de traçar novas metas. Sejam quais forem os objetivos, começar atividade física, adquirir hábitos alimentares saudáveis ou parar de fumar, colocar no papel a lista de projetos a serem cumpridos ao longo do ano pode ser uma ajuda para concretizá-los. 

A sensação de recomeço provocada pelos rituais na passagem de ano é mais um estímulo para começar qualquer projeto, seja ele pequeno ou grande. No entanto, é necessário além do desejo, um conjunto de ações, esforço e atitude para que o efeito se realize e satisfaça na própria vida.  

Segundo estudos mais de 50% das pessoas que elaboraram uma lista daquilo que querem mudar, depois de alguns meses nem lembram mais o que tinham decidido, e aproximadamente 20% das pessoas irão fazer os mesmos desejos do ano passado.

E um dos segredos para o sucesso está em agir diferente, principalmente, se o propósito for mudar um hábito. Fazer diferente significa avaliar comportamentos que não trouxeram o resultado esperado no passado e, a partir daí, traçar novas estratégias.

A quem deseja mudar hábitos de vida inicia-se a correria para as academias e a busca de uma dieta que resolva em poucos dias aquilo que deveria ter sido feito em longo prazo. Mas é preciso ter muito cuidado e atenção redobrada com dietas que prometem milagres em pouco tempo.

O que ocorre é que muitas vezes as pessoas estão mais preocupadas com a imagem corporal, com a busca do corpo perfeito, e esquecem o que deveria ser o principal objetivo: a saúde. A perda de peso deve ser a consequência da eliminação de hábitos inadequados e a incorporação de hábitos saudáveis.

Por consequência as pessoas tomam atitudes equivocadas em iniciar o emagrecimento rápido com dietas milagrosas e ou da moda sem que haja uma mudança efetiva em seu estilo de vida. O mais apropriado é que a perda de peso seja consequência de adoção de hábitos que incluam alimentação saudável associada a um aumento do gasto energético.

A adoção de dietas monótonas, que não privilegiam a variedade e o equilíbrio entre o grupos alimentares podem prejudicar a oferta de micronutrientes essenciais, causando prejuízos à saúde. As pessoas muitas vezes, preocupam-se mais com a caloria do que com o valor nutricional. Para emagrecer, não devem ser priorizados alimentos exclusivamente pelo seu valor calórico, mas escolher aqueles que aliem valor nutricional ao baixo teor de calorias.

A cada dia surge uma nova dieta milagrosa, dieta dos pontos, dieta da proteína, dieta de sopa, dieta da lua, entre outras, cujo principal atrativo é a promessa de resultados rápidos para reduzir peso. Sem dúvida, este é o maior desejo das pessoas, razão pela qual, aderem facilmente a essas propostas de tratamento.

A aderência a estas dietas é grande inicialmente, porém a continuidade não é mantida em longo prazo, pelo fato de não retratarem o cotidiano das pessoas.

Inicialmente qualquer tipo de dieta provoca emagrecimento porque impõe restrição alimentar. A rápida perda inicial deixa a pessoa motivada e animada a prosseguir. Porém, a balança não reflete verdadeiramente a mudança da composição corporal. No começo perde-se líquido, e ao longo da dieta, perde-se também massa magra (músculo) devido ao desbalanceamento de nutrientes.

Aumento do colesterol e dos níveis de ácido úrico, queda de pressão arterial e hipoglicemia são alguns dos males provocados pela ausência de nutrientes na composição dessas dietas mágicas.

Dieta que restringe o consumo de carboidrato consequentemente aumenta o consumo de gorduras e proteínas. Desse modo, a ingestão de muita proteína e gordura pode resultar em aumento nos níveis de colesterol e triglicerídeos e até facilitar o aparecimento de doenças graves ou fatais, como infarto e derrame. O fígado e os rins podem ser sobrecarregados, uma vez que também atuam na metabolização da proteína. A insuficiência de fibras (frutas, verduras e legumes), comum em dietas que não são balanceadas pode alterar o bom funcionamento do intestino.

O carboidrato é normalmente banido das dietas que estimulam o emagrecimento rápido, porém, a ausência de carboidratos no cardápio pode diminuir a quantidade de serotonina, substância produzida no cérebro com a função de regular o apetite e a saciedade. A queda de serotonina pode levar a compulsão alimentar e ao aumento da ansiedade, dificultando ainda mais o processo de emagrecimento.

O efeito sanfona acontece comumente em pessoas que fazem as chamadas dietas milagrosas. Caracteriza-se pela perda de peso em um primeiro momento e sua recuperação algum tempo depois. É comum nas dietas que prometem emagrecimento rápido sem equilíbrio adequado de nutrientes. Após perceber que perdeu seus quilinhos a mais, a pessoa volta para os seus velhos hábitos, se esquecendo de que foram seus velhos hábitos que a levaram a engordar anteriormente e que logicamente com o retorno dos mesmos isso voltará a acontecer.

De acordo com experiências clínicas e estudos o que realmente contribui para uma perda de peso saudável ainda é a reeducação alimentar, que visa mudança de hábitos, não significando que nunca mais poderá comer determinado alimento, mas sim fazer melhores escolhas e incluir alimentos saudáveis ao seu cotidiano, deixando as guloseimas para serem consumidas esporadicamente.

Com a reeducação alimentar tudo é feito de forma gradativa a fim de que seu organismo vá se acostumando aos poucos, sem as loucuras que há em muitas dessas dietas para perder peso. A reeducação alimentar individualizada é muito mais eficiente, pois, o profissional nutricionista elabora a dieta com base nas características do indivíduo, seus hábitos, horários, rejeição a alimentos, estrutura física, entre outras informações importantes. É feita uma anamnese, que consiste em um questionário detalhado que vai permitir ao nutricionista planejar uma alimentação balanceada, tornando a adaptação mais fácil e duradoura.

Todo mundo quer emagrecer do dia para noite, porém o emagrecimento rápido sem a reeducação alimentar leva à pessoa a engordar novamente. Tenha paciência e emagreça com saúde.


Fontes de pesquisa: Equipe Medicina Preventiva do Bensaúde

 




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas