Medicina Preventiva /

Notícias

Campanha Novembro Azul alerta para câncer de próstata

26/11/2014

Com o intuito de chamar a atenção para os exames preventivos de câncer de próstata, este mês foi batizado de Novembro Azul pela Sociedade Brasileira de Urologia, para dar início à campanha de tratamento da doença. Vários prédios estão iluminados com a cor azul, remetendo à ação.


A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela está localizada abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.


O câncer de próstata é uma doença hormônio-dependente, o que quer dizer que o hormônio masculino se torna um fator importante no crescimento do órgão. Corresponde a mais da metade dos casos de câncer em pessoas do sexo masculino, entretanto, é uma doença de baixa mortalidade se for tratada adequadamente. Mais da metade dos casos acontece em homens com mais de 60 anos, mas a recomendação é que todos os homens, a partir dos 45 anos comecem a prevenção e detecção precoce da doença, que é feito através do exame urológico e o toque retal, pois esse câncer é assintomático em sua fase inicial.


Quem tem parentes de primeiro grau portadores de câncer de próstata, tem um risco até 8% maior do que a população em geral. Se ele tem dois parentes com a doença, o risco vai pra 15%, se houver casos na família precoces, o risco pode chegar até 30%. Essas pessoas devem estar mais atentas à prevenção.


As estimativas mostram que 69 mil novos casos deverão ser diagnosticados somente em 2014 no país, um a cada 7,6 minutos. E cerca de 13 mil brasileiros vão morrer em decorrência da doença, o que significa um óbito a cada 40 minutos.

 

Não adianta fugir:

- Entre 10% e 20% dos casos não são detectados pela dosagem de PSA no sangue. O exame de toque e o PSA são complementares.

- Fatores de risco: idade, histórico familiar, raça (maior incidência em negros), alimentação inadequada, sedentarismo, obesidade.

- Prevenção: não é possível evitar a doença. Mas pode-se diagnosticá-la precocemente, quando as chances de cura são de cerca de 90%.


De acordo com especialistas, o preconceito com o exame de toque retal ainda é forte no Brasil. Quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista e apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame.


Os homens são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao médico e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado.


Nos dias 12, 13 e 14 de Novembro de 2014, a Equipe da Medicina Preventiva do Bensaúde esteve no Riopreto Shopping Center em prol a Campanha do Novembro Azul, a fim de conscientizar a população sobre a importância da detecção precoce do Câncer de Próstata.


Foi oferecido aos presentes aferição de Pressão Arterial, botons da campanha e fotos para posterior inserção nas redes sociais do Bensaúde.


Além disso, os homens acima de 40 anos que aferiram a Pressão Arterial, receberam maiores orientações sobre a importância do exame de PSA e toque retal e foram questionados quanto a essa preocupação.


Do total de pessoas que por lá passaram, 49% eram homens acima de 40 anos. Destes, 52% alegaram ter feito os exames para detecção do Câncer de Próstata.

Fonte: Instituto Lado a Lado pela Vida e Setor de Medicina Preventiva Bensaúde





Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas