Medicina Preventiva /

Notícias

HPV - Papilomavírus Humano

06/02/2014

HPV (Papilomavírus Humano) são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas.  A vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV), usada na prevenção do câncer de colo do útero, passa a ser ofertada no Sistema Único de Saúde (SUS). A vacina contra HPV tem eficácia comprovada para proteger mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. Hoje, é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, por meio de programas nacionais de imunização. A segurança em relação à vacina é reforçada pelo Conselho Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A infecção causada pelo HPV é muito frequente, mas transitória, regredindo espontaneamente na maioria das vezes. No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste e, especialmente, é causada por um tipo viral oncogênico (com potencial para causar câncer), pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras, que se não forem identificadas e tratadas podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, e também em outros órgãos. O vírus HPV é uma das principais causas do câncer do colo de útero e o terceiro tipo mais frequente entre as mulheres. O exame preventivo (Papanicolaou) deve ser realizado após o inicio das atividades sexuais, podendo ser interrompido após os 64 anos, quando há exames normais. A vacina não substitui a realização do exame preventivo e nem o uso do preservativo nas relações sexuais, preconiza o Ministério da Saúde.

Com base nas informações descritas, o SUS irá ofertar a partir de 10 de março de 2014 a vacina contra o HPV para meninas de 11 a 13 anos. Com o objetivo de reduzir o número de infectadas pelo vírus. A meta é vacinar 80% do público alvo que é formado por 5,2 milhões de meninas. Posteriormente serão vacinadas as meninas com idade acima de 9 anos, a data para início da vacinação desta faixa etária será divulgada futuramente.

           Para atingir este público a vacina estará disponível nos 36 mil postos da rede pública durante todo o ano, como parte da rotina de imunização. O Ministério da Saúde, no entanto, está incentivando às secretarias estaduais e municipais de saúde que promovam, em parceria com as secretarias de educação, a vacinação em escolas públicas e privadas.

          Os pais devem ficar atentos para não perder a oportunidade de vacinar suas filhas, pois a prevenção é o melhor remédio.

 

Fonte: Portal da Saúde e INCA     




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas