Medicina Preventiva /

Notícias

Câncer de Intestino

08/01/2014

O intestino faz parte do sistema digestório e é através dele que ocorrem as absorções dos nutrientes e da água. O Câncer Colorretal (Intestino) abrange tumores que acometem o intestino grosso e o reto. É tratável e, na maioria dos casos, curável, ao ser detectado precocemente. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso. Uma maneira de prevenir o aparecimento dos tumores seria a detecção e a remoção dos pólipos antes de se tornarem malignos. Atinge tanto homens quanto mulheres.

Fatores de risco

- Idade acima de 50 anos;

- Dieta com alta ingestão de gorduras;

- Consumo excessivo de carne vermelha;

- Baixo teor de cálcio;

- Obesidade;

- Sedentarismo;

- Tabagismo;

- Baixo consumo de fibra vegetal.

- Algumas doenças inflamatórias do intestino bem como doenças hereditárias;

- História familiar de Câncer Colorretal, de Ovário, Endométrio ou Mama.

Sintomas

Tumores de intestino (Câncer Colorretal) geralmente crescem de forma silenciosa. Nem todo sangramento pelo ânus provém de hemorróidas. Os sintomas de pólipos ou câncer intestinal só aparecem quando estão mais desenvolvidos. É recomendado consultar um Proctologista (médico especialista) quando houver:

- Sangramento ao evacuar e presença de sangue nas fezes;

- Mudanças no ritmo do funcionamento intestinal como diarréia e constipação alternadas;

- Vontade frequente de evacuar, sensação de gases ou distensão abdominal.

Detecção Precoce e Diagnóstico

O exame realizado é a Colonoscopia, o qual vê o intestino por dentro, permitindo a coleta de material para biópsia. Bem como a remoção de lesões pré-malignas sem a necessidade de intervenção cirúrgica. O diagnóstico precoce diminui as chances de ocorrer metástases para órgãos como fígado, pulmão e cérebro. Aumentando as chances de cura.

Tratamento

O tratamento depende principalmente do tamanho, localização e extensão do tumor. A cirurgia é o tratamento inicial, onde se retira a parte do intestino afetado e os nódulos linfáticos (pequenas estruturas que fazem parte do sistema imunológico) próximos à região. Em seguida, a radioterapia associada ou não à quimioterapia, é utilizada para diminuir a possibilidade da volta do tumor.

Prevenção

Algumas atitudes podem auxiliar no bom funcionamento do intestino e ajudar na prevenção do câncer, ou seja, um estilo de vida saudável é muito importante com alimentação balanceada rica em fibras e atividade física regular.

Fonte de pesquisa: www.sbcp.org.br, www.inca.gov.br;




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas