Medicina Preventiva /

Notícias

Câncer de Próstata e Testículo

08/01/2014

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz que só os homens têm. Está localizada abaixo da bexiga e na frente do reto, passando pela uretra (canal que transporta a urina). A próstata produz parte do sêmen.

Acredita-se que o câncer de próstata comece com pequenas mudanças no tamanho e na forma das células das glândulas da próstata, sem causa determinada.

É o tipo de câncer mais frequente em homens acima dos 50 anos, representando mais de 40% dos tumores em geral.

A taxa de mortalidade da doença está em queda, em parte porque está sendo diagnosticada precocemente.

Diagnóstico

O câncer de próstata pode ser diagnosticado precocemente pela combinação de um exame de sangue, que avalia os níveis de PSA e pelo exame de toque retal. Como a próstata fica logo na frente do reto, o exame permite que o médico sinta se há nódulos ou tecidos endurecidos indicativos de câncer. Esses exames são complementares e um não substitui o outro.

É fundamental o diagnóstico precoce para um tratamento curativo. O exame preventivo deve ser realizado anualmente em todos os homens a partir de 45 anos e, nos que possuem história de câncer de próstata na família deve-se iniciar o exame aos 40 anos, mesmo não apresentando sintomas.

Sinais e sintomas

Em estágios iniciais, o câncer de próstata não costuma apresentar sintoma, porém quando não diagnosticado precocemente pode apresentar queixas como:

- Urinar pouco de cada vez;

- Urinar com freqüência, especialmente durante a noite, obrigando-o a se levantar várias vezes para ir ao banheiro;

- Dificuldade para urinar ou jato urinário fraco (pode ser sintoma de câncer, mas também de Hiperplasia Prostática Benigna - HPB).

- Sensação de não esvaziar a bexiga;

- Dor ou sensação de ardor ao urinar;

- Presença de sangue na urina ou sêmen;

- Ejaculação dolorosa.

Em estágios avançados, onde há disseminação do câncer (metástase), pode provocar dor óssea, sintomas urinários, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Fatores de risco

- Idade: a partir dos 50 anos, o câncer de próstata se torna mais comum a cada década;

- Fator genético: histórico familiar de 1º grau (pai, irmão ou filho) com esse tipo de tumor é indicado fazer uma avaliação mais criteriosa;

- Homens da raça negra devem dar uma atenção especial para o risco elevado e fazer os exames de detecção precoce rotineiramente;

- O fator hormonal é importante, pois o câncer regride de maneira significativa com a supressão dos hormônios masculinos.

Fatores de proteção para o câncer de próstata:

Uma dieta pobre em gordura de origem animal e rica em frutas, legumes e verduras está associada a uma diminuição do risco para esse tipo de câncer. Algumas substâncias têm sido apontadas como responsáveis por esse fator de proteção como:

- Vitamina E (em sua forma natural, encontrada em vegetais de folhas verdes);

- Vitamina D (atum, sardinha fresca, ovo de galinha, cogumelo);

- Selênio (derivados do trigo, carne bovina e de aves, castanha de caju e castanha do Pará);

- Licopeno (tomates e molhos feitos com a fruta in natura);

- Uma forma de prevenir o aparecimento do Câncer é promover ações sabidamente benéficas à saúde como um todo, como alimentação saudável, não fumar e praticar atividade física regularmente.

Tratamento

O tratamento varia desde a observação e acompanhamento clínico até radioterapia e cirurgia.

A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após discutir os riscos e benefícios do tratamento com o seu médico. Consulte o urologista e faça os exames periódicos.

Fonte: INCA




Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas