Medicina Preventiva /

Notícias

Saúde Bucal: Como mantê-la?

28/08/2013

Dentes saudáveis não só contribuem para uma boa aparência, mas também para correta linguagem e mastigação. Manter a saúde bucal é importante para o bem estar geral.


A prevenção é a maneira mais econômica, menos dolorida e preocupante de cuidar da saúde bucal. Existem algumas medidas muito simples para diminuir significativamente o risco do desenvolvimento de cáries, gengivite e outros problemas, como por exemplo, uma boa higiene bucal.

Os cuidados diários preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a evitar que os problemas dentários se tornem mais graves.

A adoção de hábitos bucais saudáveis em casa, desde escolhas inteligentes de dieta, estilo de vida e o tratamento odontológico regular, podem fazer os dentes durarem por toda a vida.

 

Evidências médicas crescentes sugerem que uma boca não saudável pode agravar problemas sérios de saúde, como Doenças Cardíacas, Acidente Vascular Cerebral e Diabetes.


Pessoas com Diabetes têm um risco aumentado para doenças gengivais avançadas, por serem geralmente mais suscetíveis às infecções bacterianas, e ter uma diminuição na capacidade de combater as bactérias que invadem o tecido gengival.

 

A Endocardite Bacteriana é o nome dado às afecções, infecciosas do endocárdio, camada interna do coração da qual fazem parte as válvulas cardíacas. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a doença é responsável por uma alta morbidade e por significativas taxas de mortalidade, podendo surgir de uma simples dor de dente. Importante informar ao seu dentista sobre qualquer problema cardíaco e os medicamentos em uso. O dentista anotará essas informações em seu prontuário e tomará decisões sobre o tratamento dentário em conjunto com o cardiologista.


A visita ao dentista regularmente ajuda a evitar problemas mais sérios de saúde bucal, tais como:
  • Cárie - é a forma de se denominar a deterioração do dente. Esta é fortemente influenciada pelo estilo de vida do indivíduo - o que se come, como se cuida dos dentes, a presença de flúor na água ingerida e o flúor no creme dental.
  • Gengivite – é a inflamação da gengiva e no estágio inicial é a mais fácil de ser tratada. A causa direta da doença é a placa - uma película de bactérias, viscosa e sem cor, que se forma de maneira constante nos dentes e na gengiva;
  • Infecções periodontais – doença gengival avançada com perdas ósseas;
  • Placa bacteriana – inicialmente trata-se de uma película pegajosa e incolor, constituída de bactérias e açúcares que se forma sobre os dentes. É a principal causa de cáries e gengivite. Se não for removida diariamente, endurece e forma o tártaro;
  • Tártaro – às vezes também chamado de cálculo. É a placa bacteriana ou biofilme dental que endurece na superfície dos dentes;
  • Sensibilidade dentária – é a dor causada por desgaste da superfície do dente. A causa mais comum desta sensibilidade na pessoa adulta é a exposição da raiz dos dentes na área cervical, ou colo, devido à retração gengival.

 A saúde bucal é parte integrante da saúde geral. Por isso, escove os dentes, use fio dental e vá ao dentista regularmente.

 

Fonte de pesquisa: www.apcd.com.brwww.saude.ba.gov.br



Escritório Central
(17) 3214-6499

Unidade Administrativa
Rua XV de Novembro, 4488 - Redentora
CEP 15015-110 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Medicina Preventiva
Rua Redentora, 3140 - Redentora
CEP 15015-780 - São José do Rio Preto/SP
Unidade Comercial
Rua Redentora, 3238 – Redentora
CEP 15015-780 – São José do Rio Preto/SP
© Bensaúde - Todos os direitos reservados
desenvolvido por Diginova - Sites e Sistemas